Criadores do Unix ganham o Prêmio Japão

 

O Prêmio Japão, seguindo o exemplo do conhecido Prêmio Nobel, é entregue anualmente a pessoas de todas as nacionalidades cujas realizações em ciência e tecnologia sejam reconhecidas como tendo feito avançar as fronteiras do conhecimento e servido à causa da paz e prosperidade para a humanidade.

Mantido por uma fundação específica (a Japan Prize Foundation) com apoio do governo do Japão, o prêmio consiste em um certificado, uma medalha comemorativa e uma quantia de cerca de R$ 1.000.000 , e vem sendo entregue anualmente desde 1985.

E em 2011 o prêmio foi concedido a 2 senhores de larga experiência, aos quais todos os fãs, usuários e desenvolvedores do Linux devem bastante: Dennis Ritchie e Ken Thompson.

Raízes da cultura open source

Afinal, nosso sistema operacional preferido é, nas palavras de seu criador Linus Torvalds, um clone do UNIX – por sua vez, a criação conjunta da dupla Ritchie & Thompson, que em 1969, enquanto pesquisadores no Bell Labs, resolveram criar um sistema operacional que tornasse menos difíceis as tarefas deles nos computadores.

E é pela criação do UNIX, há pouco mais de 40 anos, que os 2 desenvolvedores levaram o prêmio. Segundo a descrição publicada pela fundação japonesa, “comparado a outros sistemas operacionais mais conhecidos na época, seu novo e avançado SO era mais simples, mais rápido e apresentava um amigável sistema de arquivos hierárquico”.

A fundação também reconhece no UNIX uma das forças que impulsionaram o desenvolvimento da Internet, em grande parte devido ao BSD, a versão expandida que foi desenvolvida no campus de Berkeley da Universidade da Califórnia e que incluía o protocolo TCP/IP, fato que também levou ao surgimento da cultura Open Source.

Reconhecimento merecido

Claro que nos 40 anos entre a criação do UNIX e o Prêmio Japão, Ritchie e Thompson não ficaram parados. Ken Thompson hoje é pesquisador no Google, onde é um dos desenvolvedores da linguagem Go. Dennis Ritchie, que também tem no currículo a co-autoria da linguagem C (pedra fundamental da portabilidade alcançada pelo UNIX e seus descendentes), se aposentou em 2007 na Lucent (hoje Alcatel Lucent), a então proprietária dos antigos Bell Labs, mas permanece atuando como consultor em tecnologia.

Este não foi o primeiro prêmio recebido em conjunto pelos 2 criadores do UNIX: entre outros reconhecimentos, eles receberam tambêm o Prêmio Turing, em 1983, e a Medalha Nacional de Tecnologia dos EUA, em 1999.

Conhecer a História por trás das tecnologias atuais leva a valorizar as contribuições de luminares como estes, e a valorizar ainda mais as ferramentas e a infraestrutura hoje disponíveis, e cujas origens muitas vezes pode ser traçada ao trabalho desenvolvido décadas atrás, como neste caso. Parabéns, Ritchie e Thompson, e obrigado por ter dado início a esta revolução!

 

fonte: http://www.ibm.com/developerworks